Dinheiro na mão é vendaval...

Veja aqui uma lista com 10 despesas fixas (ou quase) comuns na classe média que podem facilmente ultrapassar um salário mínimo cada.

Quanta diferença faz a metragem de um apartamento?

Três quartos e uma suíte é uma das configurações mais comuns nos lançamentos imobiliários - comparamos as plantas de 61 até 132m² para esse perfil.

Animes inteligentes: como explicar isso para leigos?

Explicando o esquema de alguns dos melhores animes do momento em um artigo original. Gênios do mal com boas intenções, extermínios em geral, filosofia e muitas discussões ideológicas...

Nulificação, o lado macábro da BodyMod

Um dos primeiros artigos do blog, original: virou referência sobre o tema na internet e foi plagiado por diversos blogs... Saiba mais sobre a macábra prática de subtrair partes do próprio corpo para modificá-lo.

O salário mínimo subiu, o Tiririca votou na proposta da oposição porque não sabe ler e levou bronca do partido, enquanto mais da metade da população sobrevive com até um salário mínimo por mês. Nessa lista, veremos como algumas despesas fixas (ou quase) comuns no orçamento de famílias de classe média que nem chegam nos 20 salários mínimos desse 1% ultrapassam com facilidade os 545 reais que entram em vigor no dia 1º de março.

1 - Escola dos Filhos
Hoje dificilmente uma escola particular cobra menos de 545 reais de mensalidade, para o desespero dos muitos pais que vão conversar todo final de ano no setor financeiro para negociar os reajustes. Colégios conceituados como o Bandeirantes e o Móbile, ultrapassam facilmente a barreira dos R$2000. Coloque na conta que boa parte das famílias tem mais de um filho em idade escolar...



2 - Mensalidades do Ensino Superior
Não estar matriculado em uma universidade pública costuma sair bem caro, ainda mais nas particulares mais conceituadas... A mensalidade de um curso de Engenharia na Mauá sai R$1.739,32; a Administração da FGV R$1.850,00; a Medicina da PUC-SP R$ 3.783,00 e o Direito no Mackenzie R$1.110,00.



3 - Plano de Saúde
Para não depender do SUS, muitas famílias tentam encaixar um bom plano de saúde no orçamento. Alguns são bancados pelo menos em parte pelos empregadores, o que é um dos benefícios mais visados e faz qualquer vaga ficar ainda mais concorrida. Todavia, as empresas geralmente cobrem apenas o plano do funcionário contratado e as despesas do resto da família precisam ser pagas do próprio bolso... No site da Unimed Paulistana, fiz a simulação de um plano para uma família fictícia formada por um casal de 45 e 40 anos e seus filhos de 15 e 12; a cobertura mínima, com acomodação na enfermaria, sai por R$ 522,20 e  o plano máximo, com a maior rede de hospitais aceitos, reembolso e acomodação em apartamento, sai por R$ 3.454,66 mensais.


4 - Condomínio do Prédio
Dependendo do tamanho do apartamento, da área comum a ser mantida e do número de unidades que entram no rateio, as taxas de condomínio podem facilmente ser maiores que o salário mínimo atual. Em apartamentos de apenas um dormitório, esse valor pode ser considerado "barato" nas áreas mais valorizadas de São Paulo. Em edifícios de alto-padrão, que costumam ter apenas uma unidade por andar, valores estratosféricos na casa dos 4000 reais não são nenhuma novidade... Essa notícia ilustra bem isso.


5 - Plano de Previdência Privada
O teto de aposentadoria do INSS é R$3.418,15 - existem algumas exceções, como alguns funcionários públicos que podem se aposentar com o salário integral. Sabendo disso, cada vez mais gente está contratando planos de previdência privada, a maioria em programas oferecidos pelas próprias empresas empregadoras. Uma simulação feita no site do Brasilprev mostra que se forem investidos 1000 reais por mês durante 30 anos, o contratante pode obter uma renda complementar vitalícia de aproximadamente 6000 reais. Ah, e esse é o valor líquido... Os rendimentos dos planos de previdência privada também entram nas alíquotas do leão.


6 - Moradia
Em uma situação hipotética na qual uma família adquire um imóvel no valor de 200mil, dando 50mil de entrada e financiando o restante pela Caixa Econômica Federal em 15 anos com taxa pré-fixada, a primeira parcela a ser paga será de R$ 1.500. A despesa com o aluguel do mesmo imóvel não seria muito diferente.




7 - Secretária do Lar
Em famílias onde todos os adultos trabalham, contratar uma auxiliar de serviços domésticos pode ser uma ótima alternativa. O piso salarial delas em São Paulo é 600 reais. Vale lembrar que o empregador deve fazer o registro da funcionária, rachar o INSS nas proporções descritas na lei, pagar 13º salário e cobrir as despesas de condução.


8 - Cartão de Crédito
Com conta em banco, dinheiro de plástico com um limite legal e uma bandeira aceita em praticamente todos os lugares, fica fácil comprar parcelado sem depender dos crediários. Aquisições em 10 ou 12x "sem juros" que podem incluir geladeira, TV de LED, microondas novo, notebook; também as compras do supermercado e outras menores como roupas e presentes, os cafézinhos, os jantares em que cada um pagou uma parte com o seu cartão, e por aí vai - é uma bola de neve. Seguindo esse raciocínio, é bem provável que alguém receba uma conta ultrapassando os 545 reais sem nem ser considerado "rico".


9 - Viagem de Férias
Nada de Disney ou passeios de gôndola em Veneza, não precisa ir tão longe para exemplificar: as diárias de uma pousada para o final de semana na praia ou na montanha algumas vezes podem ser pagas com 545 reais, em outras não - para economizar, experimente dar uma olhadinha nesses sites de compra coletiva. Vale lembrar que a maioria esmagadora dessas pousadas oferece apenas o café-da-manhã...


10 - Imposto de Renda
Os trabalhadores com renda fixa costumam ter o imposto de renda descontado direto na fonte, já os autônomos devem fazer sua própria declaração - mas a alíquota dos 27.5% é a mesma para todo mundo que ganha mais de R$2.326,00 por mês. Uma pessoa com rendimento mensal de R$10.900,00 (exatamente 20 salários mínimos) deve entregar R$2.997,50 por mês para o leão.


3 pessoas já expressaram suas ideias aqui... Faça-o também. =D

Brunu D. Ruffy disse...

Ótima postagem, realmente alguns itens desta lista não são para todos, no meu caso nunca tive nenhuma dessas (com exceção de moradia na qual ainda esta sendo paga). O fato é que grande parte dos brasileiros sobrevivem com muito pouco. Antigamente com 545 reais era suficiente para viver bem, hoje em dia mau da para pagar as compras... está cada dia mais difícil viver com apenas um salário mínimo....

Silvana disse...

Parabéns, adorei o post. É muuuito inteligente!

Érica Blascovi disse...

Sensacional! Quem se vira com 1 salário mínimo por mês faz milagre. Estar amparado por um bom sistema de saúde, dar uma boa educação aos filhos e morar numa casa própria deveriam ser direitos básicos do cidadão. Mas se até para a classe média isso está difícil... imagina para a maioria da população. Parabéns pelo post!

▼ Manifeste-se através deste formulário. ▼


"Posso não concordar com uma só palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte vosso direito de dizê-lo." - Voltaire


Novidades Velharias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...